Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Judoca de Cabo Frio conquista mais um título - Esporte com Wagner Augusto

A judoca Karine Oliveira, de 19 anos, conquistou mais uma medalha de ouro para sua coleção. Ela ficou em primeiro lugar no Campeonato Benemérito de Judô - Prof. Argemiro Deodoro - 2015, realizado no Sport Club Mackenzie, no Méier, no Rio de Janeiro. Promovida com o apoio da Liga de Judô do Estado do Rio de Janeiro a prova conta pontos para o ranking brasileiro.

Faixa marron de judô, Karine, que faz o 2º ano do ensino médio, treina duas vezes por semana e trabalha para ajudar a família. Ela tem um brechó onde vende roupas e calçados que recebe de doação.

- Me divido entre o trabalho no brechó, meus treinos e o estudo. Sei a importância de tos as minhas conquistas. Nada é fácil e precisamos dar valor ao conhecimento e as pessoas que surgem no nosso caminho, fala a atleta.

A amazonense conheceu o esporte aos 15 anos quando ainda morava em Manaus. Há 5 anos em Cabo Frio tem se destacado no esporte tendo sido eleita uma das três melhores atletas do estado do Rio de Janeiro em 2013. Este ano vem ganhando todas as competições que participa e sonha com o campeonato brasileiro que acontecerá em novembro, em Brasília.

- Em maio fiquei em 1º lugar na Copa Judô do Futuro, realizada no Rio de Janeiro. Antes de todas as competições busco estudar minhas as falhas para que elas não voltem a ocorrer. Levo muito a sério os treinos. Eles são fundamentais para o meu aprimoramento, diz.

Karine, que já vendeu brigadeiros e chaveiros nas ruas de Cabo Frio, para ajudar a custear as competições, hoje conta com uma ajuda especial. Ela tem o patrocínio da escola de Idiomas Yázigi Cabo Frio, onde também estuda inglês.

- O inglês é muito importante. Não falto aula porque sei que será fundamental para o meu futuro. Quero me tornar uma atleta internacional e sei que o idioma pode abrir algumas portas na minha carreira como atleta, comenta.

O judô é o esporte individual que mais deu medalhas olímpicas para o Brasil. São 19, sendo três ouros, três pratas e treze bronzes. Essa vitoriosa história começou em 1972 quando o japonês naturalizado brasileiro Chiaki Ishii conquistou o bronze nos Jogos de Munique na categoria meio pesado. O primeiro ouro olímpico do judô brasileiro veio com o também meio pesado Aurélio Miguel nos Jogos de Seul em 1988. Na última edição dos Jogos Olímpicos, em Londres 2012, os judocas brasileiros quebraram mais um recorde. Pela primeira vez, o judô conquistou quatro medalhas numa mesma edição. Mais do que isso, conseguiu o inédito ouro entre as mulheres, com a conquista da piauiense Sarah Menezes no superligeiro. Além das 19 medalhas olímpicas, o Brasil possui 38 medalhas em Mundiais Sênior, oito medalhas em Mundiais Sênior Por Equipes, 54 medalhas em Mundiais Júnior e 10 em Mundiais Juvenis. Nos Jogos Pan-americanos, são 97 láureas. E o número segue crescendo nos últimos anos. De acordo com informações da Federação Internacional de Judô, o Brasil é o segundo país que mais ganhou medalhas em eventos do Circuito Mundial desde 2009, atrás apenas dos japoneses.



Texto e Foto : Alexandra Oliveira