Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Ronda nocauteia Bethe em 34s - Esporte com Wagner Augusto

Mesmo vendo o apoio de durante a semana virar os gritos clássicos de "Uh, Vai Morrer" de boa parte, mas não toda, torcida, Ronda Rousey mostrou neste sábado (1º) porque é uma das maiores estrelas do UFC na atualidade. Com mais uma atuação de gala, atropelou a brasileira Bethe Correia em 34s e manteve o cinturão peso galo feminino no UFC 190, realizado no Rio de Janeiro.

Para quem esperava por mais uma tentativa de queda para ir para a chave de braço, uma enorme surpresa. Ronda veio para a trocação, exatamente onde Bethe levava alguma vantagem. Dessa forma, nocauteou a brasileira de forma muito rápida, o que fez com que toda a torcida que estava contra ela virasse a seu favor.

A luta começou com trocação aberta de ambos os lados. Bethe até acertou alguns golpes na campeã, mas ela absorveu sem maiores problemas. No contra-ataque, todos os golpes da norte-americana acabaram entrando. Correia começou a cambalear e Ronda precisou de dois cruzados na têmpora da rival para que ela caísse com o rosto estatelado no chão, completamente desacordada.

Um nocaute clássico e brutal de uma campeã que é famosa por suas finalizações. "Espero que o meu pai tenha se divertido vendo essa luta hoje", disse Ronda, sobre o pai que se matou quando ela era criança. "Espero que ninguém nunca mais fale da minha família, que tenha sido a última vez."



"Eu planejei, em vez de tentar pegar no clinch primeiro, bati para ela vir para o clinch, e foi isso o que aconteceu. É exatamente como planejamos, surpreendê-la. Acho que ela não pode mais falar das minhas mãos. Eu amo o Brasil, obrigado. Pessoas que vaiaram, obrigada pelo barulho! Pessoas que torceram, eu gosto ainda mais de vocês".

A campeã assegura desta maneira a carreira invicta até o momento, agora com 12 lutas profissionais. Foi sua sexta defesa consecutiva de título do UFC e ela já sabe quem deve ser sua próxima rival. Dana White prometeu a disputa de cinturão para Miesha Tate. Ela fará sua terceira luta contra Ronda, sendo que perdeu as duas primeiras.




UFC 190 - Sábado, 1º de agosto de 2015

Card principal:
Galos Feminino (cinturão): Ronda Rousey nocauteou Bethe Correia a 34s do 1º round
Meio-pesados: Maurício Shogun venceu Rogério Minotouro por decisão unânime dos juízes
Leves (final do TUF): Glaico França finalizou Fernando Bruno a 4min46 do 3º round
Galos (final do TUF): Reginaldo Vieira venceu Dileno Lopes por decisão unânime dos juízes
Pesados: Stefan Struve venceu Rodrigo Minotauro por decisão unânime dos juízes
Pesados: Antônio Pezão nocauteou Soa Palelei a 41s do 2º round
Palhas feminino: Claudia Gadelha venceu Jessica Aguilar por decisão unânime dos juízes

Card preliminar:
Meio-médios: Demian Maia finalizou Neil Magny a 2m52s do 2º round
Meio-pesados: Patrick Cummins nocauteou Rafael Feijão a 45s do 3º round
Médios: Warlley Alves finalizou Nordine Taleb a 4m11s do 2º round
Galos: Iuri Marajó venceu Leandro Issa por decisão unânime dos juízes
Médios: Vitor Miranda nocauteou Clint Hester a 2m38s do 2º round
Galos: Guido Cannetti venceu Hugo Wolverine por decisão unânime dos juízes

Fonte : UOL
Fotos : 1 Alexandre Loureiro - Inavafoto UFC
             2 Jorge Corrêa UOL