Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

A verdade é: "Pediu para sair!" - Esporte com Wagner Augusto

Ronaldinho Gaúcho deixou o Fluminense na noite desta segunda-feira (28) após uma breve passagem pelo clube. O meia-atacante de 35 anos se despede do time sem gols e assistências, depois de disputar nove partidas em pouco menos de três meses.

Segundo apuração, a saída partiu do próprio jogador, que pediu aos dirigentes para que o contrato fosse encerrado. A diretoria aceitou prontamente. O estafe do atleta também confirmou que o acordo foi amigável, mas que as partes ainda não assinaram a rescisão.

"O Fluminense vem a público comunicar o rompimento do contrato com o atleta Ronaldinho Gaúcho de forma amigável e em comum acordo entre as partes. Fluminense e Ronaldinho seguem com os laços mantidos e planejam trabalhar em outros projetos no futuro", escreveu o clube em nota publicada na sua página na noite de segunda-feira.

"Estamos hoje anunciando o fim do vínculo empregatício mas não o fim de uma relação importante, que foi construída com verdade, com respeito e honestidade", disse Ronaldinho (leia a íntegra abaixo), em sua página no Facebook.

Mais cedo, também nessa segunda, Ronaldinho não compareceu ao treino nas Laranjeiras. O craque procurou a diretoria para solicitar a dispensa da atividade e alegou motivos pessoais, de acordo com informações oficiais do clube. Nesta quarta-feira, o time carioca enfrentará o Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil -- no jogo de ida, as equipes empataram por 0 a 0 no Maracanã.

Ronaldinho acertou com o Fluminense no dia 11 de julho deste ano. O contrato do jogador com o clube iria até o fim de 2016. Na negociação, o meia foi convencido a voltar ao Rio de Janeiro após de uma proposta salarial que alcançou R$ 600 mil mensais -- com possibilidade de chegar a mais R$ 200 mil a cada mês a partir do sucesso na venda de camisas e de outros produtos do clube, assim como aumento percentual na aquisição de novos sócios-torcedores.

Passagem mais breve

No Fluminense, Ronaldinho teve a passagem mais breve por um clube. O meia-atacante deixou o Querétaro, do México, no final de junho. No clube mexicano, o meia disputou 38 partidas e marcou oito gols em um total de quase dez meses. O melhor jogador do mundo em 2004 e 2005 foi vice-campeão mexicano.
No futebol brasileiro, o meia conquistou a Copa Libertadores de 2013 pelo Atlético-MG e o Carioca de 2011 pelo Flamengo. No time mineiro, marcou 28 gols em 88 jogos oficiais. Pela equipe rubro-negra, foram 28 gols em 74 jogos.

Em sua trajetória de sucesso no futebol europeu, o jogador venceu o Campeonato Espanhol em 2005 e 2006 pelo Barcelona, além da Liga dos Campeões de 2006 também pelo time catalão. Com o Milan, foi campeão italiano na temporada 2010-2011.

Já pela seleção brasileira, Ronaldinho conquistou a Copa do Mundo 2002 e a Copa das Confederações 2005, além da Copa América de 1999 -- o craque marcou 33 gols em 97 jogos. Revelado pelo Grêmio em 1999, Ronaldinho marcou 75 gols em 145 confrontos do time gaúcho.

Confira na íntegra o comunicado do Fluminense:

O Fluminense vem a público comunicar o rompimento do contrato com o atleta Ronaldinho Gaúcho de forma amigável e em comum acordo entre as partes. Desde o primeiro contato com os dirigentes, o atleta e seu representante trataram o clube com profissionalismo e respeito. Mesma atitude positiva demonstrada nas atividades de rotina.

Fluminense e Ronaldinho seguem com os laços mantidos e planejam trabalhar em outros projetos no futuro. Cabe ressaltar que a contratação correspondeu às expectativas em relação ao retorno de marketing, aumentando arrecadação com bilheteria, venda de camisas e número de sócios.

A opção de Ronaldinho também mostrou ao Brasil que o Fluminense desperta o interesse dos maiores jogadores do futebol mundial. O Fluminense agradece a Ronaldinho e deseja sorte ao atleta em sua caminhada.

Veja a nota de Ronaldinho Gaúcho publicada no Facebook:

Caros Srs, presidente, diretores e toda nação Fluminense, muito me orgulhou vestir esta camisa, muito mesmo. Estamos hoje anunciando o fim do vínculo empregatício mas não o fim de uma relação importante, que foi construída com verdade, com respeito e honestidade.

Quero muito agradecer ao presidente Peter, ao Mario Bitencourt, Fernando e toda comissão técnica, jogadores e funcionários pelo carinho e a dedicação a mim e a minha família. Quero dizer que não estarei em campo mas estarei na torcida pelo sucesso deste grande clube!

Obrigado por tudo Mario, ter a confiança e conquistar a amizade de vcs já é um grande prêmio! Tenho certeza que o futebol brasileiro estará melhor com mais pessoas como você, grande amigo e profissional que só tenho a agradecer! Obrigado a toda galera Fluminense! É com muito respeito e agradecimento que me despeço deste grande clube!
Reprodução
Ronaldinho Gaúcho postou mensagem de agradecimento no Facebook



Fonte e Fotos : UOL