Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Copa Brasil - Copa Rio e Sport na Argentina - Esporte com Wagner Augusto

Em má fase no Campeonato Brasileiro, o Fluminense voltou suas atenções para a Copa do Brasil, recebendo o Grêmio (RS) no Maracanã, na noite desta quarta-feira, pelo jogo de ida da fase de quartas de final. O Tricolor das Laranjeiras foi dominado pelos Gaúchos, mas acabou segurando o empate sem gols.

No jogo de volta, que será disputado na próxima quarta-feira (23), às 22h na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. O Fluminense precisa de uma vitória simples, sendo que um novo 0 a 0 leva a partida para os pênaltis. Antes, no sábado (26), às 18h30min, o Flu recebe o Goiás pelo Campeonato Brasileiro.

VASCO PERDE PARA O SÃO PAULO E SE COMPLICA NA COPA DO BRASIL

O São Paulo não correu riscos nesta quarta-feira e encaminhou a classificação à semifinal da Copa do Brasil com uma vitória por 3 a 0 sobre o Vasco, no estádio do Morumbi. Vista pelo técnico Juan Carlos Osório como prioridade para a equipe, a disputa do torneio eliminatório configura a única chance real de título para o Tricolor no restante da temporada. Por conta da importância do duelo contra os cariocas, Osório abriu mão do rodízio de jogadores que implantou no Campeonato Brasileiro e escalou todos os titulares que tinha à disposição
Com força máxima, o Tricolor não encontrou nenhuma dificuldade para dominar o frágil time do Vasco. Sem expor Rogério Ceni aos adversários, o time marcou duas vezes com Alexandre Pato, no primeiro tempo, e consolidou o placar com Luis Fabiano, aos 30 da etapa complementar. Pato, inclusive, entrou para a história com o tento que inaugurou o placar da partida. Esse foi o gol de número 3.000 do São Paulo no Morumbi.
O segundo confronto entre as equipes está marcado para a próxima quarta-feira, no Rio de Janeiro. Antes, porém, os times voltam a atenção para o Campeonato Brasileiro. O São Paulo tentará roubar do rival Palmeiras a quarta vaga no G4 da competição, em clássico marcado para o domingo, no Morumbi. Já o Vasco, que corre sérios riscos de rebaixamento, medirá forças com o Flamengo, também no domingo, no Maracanã.

Foto: Internet

CABOFRIENSE ANDRÉ MARCA, MAS SPORT PERMITE EMPATE NA ARGENTINA

O Sport tinha tudo para vencer o Huracán em casa, na Ilha do Retiro, e levar uma vantagem confortável para a partida de volta na Argentina. Porém, o Rubro-Negro ficou no empate em 1 a 1 no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, que marcou a estréia do técnico Paulo Roberto Falcão.
André anotou para o Sport no início do segundo tempo, mas Mauro Bogado selou a igualdade em cobrança de pênalti. Agora, o time pernambucano aguarda a definição no Estádio Tomás Adolfo Ducó, mais conhecido como El Palacio, localizado em Buenos Aires. O confronto está programado para a próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília).
Antes mesmo de a bola rolar, as duas torcidas protagonizaram um show à parte na Ilha do Retiro. Mesmo em evidente menor número, a torcida argentina fazia barulho e estabelecia uma atmosfera eletrizante ao confronto.

Foto: Sport


PORTUGUESA VENCE CABOFRIENSE PELA COPA RIO

A Portuguesa é a nova líder do Grupo D da Copa Rio. A equipe insulana assumiu a ponta no fechamento do primeiro turno ao derrotar a Cabofriense por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (23), no Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador. O gol da partida foi marcado pelo atacante Bruno Andrade, mas o grande destaque lusitano foi o goleiro Luciano, que fez pelo menos três grandes defesas na partida.

Com as duas equipes precisando da vitória, o jogo foi franco desde o início, com um ligeiro domínio da Cabofriense. Logo aos quatro minutos, um lance polêmico: Bruno fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Diego Sales escorar e marcar, mas o assistente Rodrigo de Souza Rodrigues anulou alegando impedimento. Em seguida, Edson Souza teve mais um problema com lesão: Hildo foi substituído por Ricardinho.

Aos 19, a primeira chance da Portuguesa: Romarinho fez boa jogada pelo lado direito e chutou, mas Vinícius estava bem postado e defendeu. No lance seguinte, a melhor oportunidade dos lusitanos: Bruno Andrade avançou pela esquerda, saiu na cara do gol e chutou, mas Vinícius defendeu. A bola voltou para o próprio Bruno Andrade, que finalizou, e parou em Murilo, que salvou em cima da linha.

Depois do susto, a Cabofriense retomou o domínio da partida e, a partir daí, começou um show de Luciano. Aos 26, Bruno aproveitou bobeada da zaga e saiu cara a cara com o arqueiro insulano, que abafou e fez grande defesa. Aos 32, Diego Sales cobrou falta com categoria e Luciano voou para nova defesaça. Dez minutos depois, após escanteio, Anderson Domingues testou para outro milagre do goleiro.

Nada mudou na etapa complementar e Luciano continuou sendo o nome do jogo. Logo aos seis, Jonathan chapelou o adversário, invadiu a área e chutou cruzado, e o arqueiro insulano espalmou para escanteio. Aos oito, o zagueiro Lucas Coutinho tomou a bola de Jonathan, mas cochilou e perdeu novamente. O próprio Jonathan retomou e chutou forte, e Luciano defendeu de forma incrível.

Aos poucos, a Cabofriense foi diminuindo o ritmo e a Portuguesa passou a ter o controle da partida. A entrada de Claudio Pagodinho, aos 26, acabou mudando a história do jogo. Com apenas dois minutos em campo, o atacante deu lindo passe para Diego Maia, que cruzou rasteiro. Bruno Andrade, com muita calma e tranquilidade, dominou, esperou a definição de Vinícius e chutou forte para abrir o placar.

Na reta final da partida, a Portuguesa controlou o resultado e esteve mais perto do segundo gol. Aos 35, Bruno Andrade teve mais uma chance, mas pegou mal na bola e Vinícius defendeu. Em seguida, Diego Maia arrancou pela esquerda, fez linda jogada individual e soltou a bomba para nova defesaça de Vinícius. Depois, Didinho sacou Romarinho e colocou Alexandre Carioca e a Lusa segurou o resultado sem sustos.

A Lusa folga na próxima rodada, que será a primeira do returno. Enquanto isso, a Cabofriense enfrenta o Tigres do Brasil, na quarta (30), às 15h, no Los Larios.

Foto: Internet