Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Resumo da Rodada e a derrota da seleção Brasileira - Esporte com Wagner Augusto

Jogando no Nivaldo Pereira, em Nova Iguaçu, o Audax Rio bateu o Boavista por um magro 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (7). O jogo foi válido pela 7ª rodada da Copa Rio e equilibrou de vez o Grupo B da competição, que segue com o Verdão na vice-liderança, com 8 pontos, mas a equipe da Baixada Fluminense logo atrás, com 7, e um jogo a menos. O gol foi marcado por Juca, de falta, ainda no primeiro tempo.

A rodada do Grupo B será concluída no domingo, quando o líder e já classificado Volta Redonda, com15 pontos, enfrenta o Barra Mansa, com 5, no Raulino de Oliveira. Uma vitória do Leão do Sul embola de vez a briga pela segunda vaga na próxima fase da competição. Também no grupo, o Duquecaxiense soma um ponto e tem chances remotas de se classificar.

Devido ao forte calor, a partida teve pouca intensidade no primeiro tempo e as melhores chances foram criadas em lances de bola parada. 

Desta forma, em cobrança de falta, Juca converteu para o time laranja aos 37 do segundo tempo, executando boa cobrança, sem chances para o goleiro Vinícius. 

O Boavista não teve poder de reação na etapa complementar e o placar prevaleceu até o último apito do jogo.

O próximo compromisso do Audax Rio é contra o Volta Redonda, na próxima quarta-feira (14), no Raulino de Oliveira. 

Já o Boavista, o único do Grupo com seis jogos até o momento, volta a campo no dia 20 (terça-feira), também contra o Voltaço.


Foto: Internet


CABOFRIENSE PERDE EM CASA E SE COMPLICA NA COPA RIO

Jogando no Estádio Alair Corrêa, em Cabo Frio, o Bonsucesso bateu a Cabofriense por 1 a 0 na tarde desta quarta-feira (7), pela 7ª rodada do Grupo D. O gol solitário do duelo realizado foi anotado por Dudu, no começo da etapa complementar e praticamente classificou o Leão da Leopoldina para a próxima fase.

De técnico novo, com Renato Alvarenga fazendo sua estréia e substituindo Edson Souza, a Cabofriense conseguiu criar algumas boas chances de gol, mas sem vencer o goleiro Ricardo Luiz. Com boas movimentações ofensivas, o Bonsucesso abriu o placar no começo do segundo tempo, com Dudu, aproveitando falha do sistema defensivo do time da casa.

Líder do grupo com 12 pontos, o Bonsucesso só fica de fora da próxima fase se perder seus dois jogos restantes, além de duas vitórias do Tigres do Brasil. As duas equipes se enfrentam no dia 21 de outubro, mas antes o Bonsuça terá a Portuguesa como adversária, em Moça Bonita, e avança em caso de empate.

Enquanto a situação do Bonsucesso é confortável, a Cabofriense precisa de um milagre para avançar à próxima fase. O Tricolor Praiano soma seis pontos e precisa vencer o Nova Iguaçu na próxima quarta-feira (14). No entanto, se houver empate no outro jogo da 8ª rodada, entre Cesso e Lusa, a equipe da Região dos Lagos estará eliminada.


Foto: Internet


MACAÉ BOBEIA E PERDE PARA O AMÉRICA – MG

O Macaé voltou a atuar bem, mas desta vez não conseguiu evitar a derrota para o América-MG, fora de casa, no estádio Independência, pelo placar mínimo. O único gol do jogo saiu em uma bobeira do sistema defensivo do alvianil, no fim do primeiro tempo. Wesley Matos foi o autor do tento da partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, onde o Leão até poderia ter saído com o empate devido sua atuação no primeiro tempo do jogo. 

Com o resultado o Alvianil manteve a mesma pontuação e mesma colocação na classificação. 

Por conta da parada para a rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo, o Macaé só volta a campo no dia 17 de outubro, às 21h, para encarar o Paysandu, no Mangueirão. Na volta do clube ao estádio após ter sido campeão da Série C no último ano.



Foto: Internet


COM DIREITO A OLÉ, BRASIL PERDE PARA O FORTE TIME DO CHILE

A Seleção Brasileira não resistiu à primeira prova de fogo na caminhada rumo à Copa do Mundo de 2018 e perdeu por 2 a 0 para o Chile na estréia das Eliminatórias sul-americanas. Dominado pela Roja do início ao fim do jogo, o time canarinho saiu do Estádio Nacional, em Santiago, ciente de que terá de melhorar muito se quiser brigar pela vaga no Mundial da Rússia. Além de corrigir as falhas defensivas, o técnico Dunga terá de quebrar a cabeça para encontrar uma formação que não dependa tanto do atacante Neymar – ausente no confronto por estar suspenso.
A derrota pelo placar mínimo foi até barata para a Seleção. Os comandados de Dunga voltaram a sentir a ausência de Neymar no setor ofensivo e pouco produziram para assustar o goleiro Bravo. A Roja, por sua vez, manteve o controle durante os 90 minutos da partida e carimbou a trave de Jefferson em duas ocasiões. Mas, aos 26 minutos do segundo tempo, não houve quem impedisse o atacante Vargas de concluir cobrança de falta para o fundo das redes. Aos 44, Alexis Sánchez tabelou com Vidal e selou o placar favorável aos donos da casa.
Essa foi a primeira derrota da Seleção Brasileira em estréias de Eliminatórias sul-americanas. O Chile, atual campeão da Copa América, também encerrou com esse resultado um tabu de 15 anos sem vencer o time canarinho.
A Seleção volta a campo pelas Eliminatórias nesta terça-feira. A partida será contra a Venezuela, às 22 horas (de Brasília), no estádio Castelão, em Fortaleza. Já o Chile viajará para enfrentar o Peru, também na terça, às 23h45.

Foto: Martin Bernetti