Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Fim do Campeonato Brasileiro - Esporte com Wagner Augusto

A torcida do Palmeiras foi ao Maracanã preparada para gritar “é campeão”, ainda animada pelo título da Copa do Brasil na quarta-feira. E os poucos titulares que estiveram em campo neste domingo garantindo a vitória por 2 a 1 sobre o Flamengo, quebrando jejuns na despedida do Campeonato Brasileiro em ano de festa para o Verdão.
O Palmeiras não ganhava na competição há seis rodadas, desde que bateu o Avaí por 3 a 1 em 17 de outubro. O clube também não vencia na última rodada do Campeonato Brasileiro há dez anos. Mas graças a dois dos quatro titulares que estavam em campo os números mudaram.
Autor de dois gols na final da Copa do Brasil sobre o Santos, Dudu abriu o placar aos 26 minutos do segundo tempo e Vitor Hugo, aos 44, definiram o triunfo – o volante Matheus Sales e o veterano Zé Roberto foram os outros titulares que atuaram neste domingo. O Flamengo chegou a empatar com Pará, aos 31, aproveitando falha do goleiro Fábio, e sua torcida só pôde comemorar o terceiro rebaixamento do arquirrival Vasco.
O Palmeiras termina o Campeonato Brasileiro na nona posição, com 51 pontos, e volta a atuar em partida oficial em 31 de janeiro, estreando no Campeonato Paulista diante do Botafogo, em Ribeirão Preto. O Flamengo acaba a liga nacional em 12º, com 49 pontos, e atua também no último fim de semana de janeiro pelo Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, recebendo o Boavista.

Foto: S. E. Palmeiras


FIGUEIRA VENCE O FLU E PERMANECE NA SÉRIE A


Com um gol de Marcão aos três minutos do segundo tempo, o Figueirense derrotou o Fluminense por 1 a 0 e se manteve na série A do Campeonato Brasileiro. A equipe catarinense chegou aos 43 pontos na 16 ª posição. O Fluminense ficou na 13ª posição com 47 pontos.
Escalado com um time reserva, o Fluminense deu trabalho no primeiro tempo, mas não teve forças para se impor diante da maior determinação do adversário.
Como era de se esperar, o Figueirense partiu para o ataque, assim que o árbitro determinou o início da partida. O experiente meia Carlos Alberto centralizava as ações, distribuindo o jogo e tentando jogadas individuais para se aproximar da defesa carioca. Os torcedores da equipe carioca se juntaram aos catarinenses, no estádio, e até reclamavam da arbitragem quando o Figueirense era penalizado pela arbitragem.

Foto: Bruno Haddad


VALEU A LUTA, MAS INFELIZMENTE NÃO DEU. VASCO CAI PELA 3ª VEZ


O sonho vascaíno de escapar do rebaixamento teve fim neste domingo. O time não conseguiu sair de um empate sem gols com o Coritiba, no Couto Pereira, e teve decretada a terceira queda de sua história à Série B. A equipe, que já havia ido para a segunda divisão em 2008 e 2013, não escaparia da degola nem se tivesse vencido o jogo. Isso porque o Figueirense derrotou o Fluminense por 1 a 0, no Orlando Scarpelli, e escapou da queda nesta 38ª rodada do Brasileirão. Além do Cruz-Maltino, foram rebaixados Avaí, Goiás e Joinville.
Dentro de campo, o Vasco não produziu o suficiente para ameaçar a defesa do Coritiba e facilitou a vida do rival. O time carioca abusou dos erros de passe e conclusão e não soube se adaptar ao gramado do Couto Pereira após a forte chuva que caiu em Curitiba. Com 41 pontos, na 18ª colocação, o time se despede da primeira divisão com dez vitórias, 11 empates e 17 derrotas. O saldo de gols final da equipe foi de -26.
Já o Coritiba, que passou boa parte do campeonato brigando contra o rebaixamento, conseguiu se salvar graças ao ponto conquistado neste domingo. O time terminou a competição nacional na 15ª posição, com 44 pontos.

Foto: Giuliano Gomes



Até a próxima

Lembrando que agora também estou na Rádio Jornal
Wagner Augusto