Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2017 -

Colunista Wagner Augusto - Flu perde a primeira da decisão com gol em falha de zagueiro

O Flamengo venceu o Fluminense na primeira partida da final do Campeonato Carioca de 2017, no Maracanã, na tarde deste domingo. Com um gol de Everton no primeiro tempo, o Rubro-negro saiu na frente e leva a vantagem de um empate para o segundo jogo, que será realizado daqui a uma semana, também no estádio Mário Filho.
Apesar da derrota, o Tricolor Carioca terá uma semana livre de compromissos e poderá se dedicar inteiramente para a próxima partida da decisão. Já o time de Zé Ricardo tem partida decisiva para sua classificação à próxima fase da Libertadores da América, na quarta-feira, diante do Universidade Católica-CHI, no Maracanã.


O Flamengo deu um importante passo para conquistar o 34º título do Campeonato Carioca neste domingo ao vencer o Fluminense por 1 a 0, no Maracanã. O gol marcado por Everton ainda no primeiro tempo saiu após uma falha grotesca do zagueiro Renato Chaves, que furou a bola e viu o adversário estufar as redes. 

O resultado permite que o Flamengo seja campeão estadual até com um empate no segundo jogo da final, no próximo domingo. 

O Fluminense reverte a vantagem e levanta a taça com vitória de dois gols de diferença. Caso o Tricolor repita o placar do primeiro duelo, o título será definido nos pênaltis. 

Fluminense muda postura e 'entra em campo' no 2º tempo 

O técnico Abel Braga foi para o intervalo com cara de poucos amigos. A bronca deve ter sido pesada no vestiário já que o Fluminense voltou com postura completamente diferente da etapa inicial. Com muita disposição, o Tricolor passou levar perigo ao Flamengo. O Rubro­negro, porém, se organizou e manteve o placar. 

Flamengo pressiona e sai na frente em falha do Flu 

O Flamengo entrou em campo decidido e conquistar a vitória no primeiro jogo da final do Carioca. Desde o primeiro minuto, o Rubro­Negro se mostrou superior ao adversário e esteve próximo de abrir o placar em diversas situações. Ironicamente isso só ocorreu quando Renato Chaves teve falha bizarra ao furar a bola e deixa­la limpa para Everton fazer o primeiro. 

Torcidas de Fla e Flu fazem a festa no Maracanã 

É bem verdade que as torcidas de Flamengo e Fluminense não lotaram o Maracanã. Mesmo assim, o estádio recebeu um bom público para o primeiro jogo das finais do Carioca. Além disso, rubro­negros e tricolores estavam animados e fizeram bela festa.

Rivais decidem título após 26 anos 

Flamengo e Fluminense voltaram a decidir um título do Campeonato Carioca após 26 anos. A última vez foi em 1991. Liderado por Júnior, o Rubro­negro se sagrou campeão. Em 1995, o Tricolor levou a melhor no jogo do gol de barriga de Renato Gaúcho. No entanto, o confronto era válido pela última rodada de um octogonal decisivo. 

Tite recebe pedido inusitado no Maracanã 

Tite marcou presença no Maracanã, onde seguiu de perto o primeiro jogo da final entra Flamengo e Fluminense. No estádio, o treinador recebeu um pedido inusitado. Ao passar por um torcedor do Flamengo, Tite escutou algo que o surpreendeu: 

"Convoca o Parazinho, está voando", disse o rubro­negro. 

O treinador da seleção brasileira mostrou­se surpreendido com a manifestação, deu um sorrido amarelo e fez um sinal de positivo para a dupla. 

FLUMINENSE 0 X 1 FLAMENGO 

Data/ hora: 30/04/2017, às 16h (de Brasília) 
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) 
Árbitro: João Batista de Arruda 
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Wagner de Almeida Santos 
Público e renda: 40.898 presentes / 34.926 pagantes / R$ 1.660.605,00 

Gols: Everton, aos 33min do primeiro tempo

Cartões amarelo: Henrique, Léo e Sornoza (FLU) Trauco, Marcio Araújo e Mancuello (FLA) 

FLUMINENSE Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Henrique e Léo; Orejuela, Wendel (Douglas) e Sornoza; Wellington Silva (Marocs Jr), Richarlison (Pedro) e Henrique Dourado Técnico: Abel Braga 

FLAMENGO Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Romulo (Mancuello) e Willian Arão; Berrío (Matheus Sávio), Everton e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo


Foto e Fonte : UOL Esporte